fbpx

Namoro é feito para acabar, por que em sua essência, namoro é tempo de conhecimento, tempo de conhecer o outro, conhecer a alma, os sonhos, metas e objetivos.

Quando começamos a namorar alguém, precisamos conhecê-lo bem, antes de tomarmos uma decisão definitiva, ao contrário que muito dizem que se não der certo é só se separar, o CASAMENTO é até que a morte os separe.

Muitos casais se deixam levar pelo sentimento e paixão, não querem ver além da superfície, não querem se aprofundar na vida, nas dores, sonhos, cicatrizes, sentimentos do outro, e isso é preciso, por que se não, sempre será um namoro, e consequentemente um casamento superficial.

Quando nos apaixonamos, inconscientemente vestimos uma máscara, pois queremos mostrar a nossa melhor versão, queremos que o outro goste de nós a todo custo, queremos ser perfeitos, mesmo que racionalmente sabemos que ninguém é perfeito. 

Mostrando sempre a nossa melhor versão, impedimos o outro de tomar uma decisão. O que quero dizer com isso?

Quando você não mostra quem você é realmente, você priva seu parceiro(a), de te conhecer verdadeiramente, impedindo que ele(a) faça uma escolha, de ficar ou não com você pelo que você é, ao invés do pré conceito que este(a) construiu de você. Quando conhecemos ou nos apaixonamos, criamos um pré conceito, onde dificilmente enxergamos seu defeito, ou temos consciência mas preferimos ignorar em nome do “amor”.

Com passar do tempo, ninguém consegue manter a máscara/personagem, e quando cai, escutamos a clássica frase: “Eu não conhecia esse seu lado” ou “Eu nao te conheco mais”, melhor ainda “você mudou”.

Para se ter um namoro saudável, precisamos ser transparentes desde o começo, e pra isso vai algumas dicas:

  • Seja claro com seus sonhos e objetivos:

Imagina você com o sonho de evangelizar pelo mundo e seu parceiro(a) quer ficar na cidade, neste caso terão 3 opções: Você renuncia a sua vontade, seu parceiro(a) renuncia a vontade dele, ou nenhum dos dois renunciam suas vontades, e cada um segue seu caminho.

  • Negociem:

O casal sempre precisa conversar sobre seus valores inegociáveis, características e defeitos onde é possível suportar, por exemplo:

– Castidade (Não Abro mão)

– Fidelidade (Não abro mão)

– Casamento na igreja católica apostólica romana (Não abro mão)

– Educação dos filhos na fé da igreja católica ( não abro mão)

– Nao aceito roupas curtas (não abro mão)

– Nao gosto de tatuagem (Respeito)

– Nao gosto de bebida alcoólica (Respeito)

– Preguiçoso ou lento (Respeito)

Quando logo no começo vocês deixam as cartas na mesa, vocês já adiantam muita coisa no relacionamento, e aí decidem se querem continuar ou não.

Volto a dizer, namoro é tempo de conhecimento, é preciso conhecer a alma, desejos, sonhos, metas e objetivos do seu parceiro, para que juntos possam buscar estes sonhos, metas e objetivos caso este sejam parecidos

No namoro não é tempo de conhecer o corpo, este é reservado para o casamento, onde os motivos vou explicar em outro texto.

Pra finalizar, entenda, que só o amor não basta, deveria, mas hoje em dia a maioria não sabe o significado do amor, não sabendo, colocam nele a responsabilidade de um relacionamento imaturo e um casamento falido, e para entender melhor o que é o amor, leia o texto “Amor é decisão”.

Deixe uma resposta

Iniciar o chat
1
💬 Posso te ajudar?
Olá, tudo bem? 👋
Paz e bem!
Em que posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: